Após críticas, Marta Suplicy diz que vale-cultura não poderá ser gasto com TV paga

A  ministra da Cultura, Marta Suplicy, anunciou que o Vale-Cultura não poderá mais ser usado
para arcar com despesas de TV por assinatura, conforme ela havia dito anteriormente.

“Pensei em colocar as TVs por assinatura, mas abandonei a ideia por conta da movimentação cultural”, afirmou a ministra, que disse ter chegado à essa decisão após muitos debates sobre o assunto. “Eu escuto, penso nos prós e contras, vou pesando”, disse.

O benefício de R$ 50 reais mensais será destinado a trabalhadores que recebam até cinco salários mínimos de empresas que aderirem ao Vale-Cultura. A escolha de como gastar o dinheiro é unica e exclusivamente do trabalhador, como já frisou a ministra. “Pode comprar revista porcaria. O trabalhador decide”, disse.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *