Confira no Portal o peixe adequado para cada tipo de preparo

peixe para serO consumo de peixe no Brasil infelizmente ainda é pequeno e distante das duas vezes por semana recomendadas pelo Ministério da Saúde. A dificuldade de obter peixe fresco, apesar da extensão da costa brasileira, e o desconhecimento sobre o pescado são as justificativas que costumam ser apresentadas para o baixo consumo. Para ajudar na escolha do peixe adequado para cada tipo de preparo, o Portal Brasil Cultura oferece algumas sugestões.

 

> ANCHOVA: Assada,cozida ou ensopada.

 

> ATUM: Grelhado na chapa ou frito. Pode ser consumido cru, na cozinha japonesa. É um peixe com gordura.

 

> BACALHAU: O peixe da Semana Santa. Pode ser frito, assado, cozido,ensopado ou grelhado.

 

> BAGRE: Frito, assado, grelhado ou cozido. Pode ter alguma rejeição devido ao sabor acentuado de terra.

 

> CAÇÃO: De carne branca e firme, com cartilagem. Em postas é possível fazer ensopados, grelhados e assados.

 

> CARPA: Cozida, assada, frita ou empanada.

 

> CAVALA: Grelhada ou assada.

 

> CORVINA: Grelhada, assada ou preparada no vapor.

 

> DOURADO: Frito, grelhado ou na chapa. Tem muita gordura e espinhas.

 

> LINGUADO: Frito, cozido ou assado. Na cozinha peruana, é servido cru no ceviche. É um peixe considerado magro,quase sem espinhas.

 

> NAMORADO: De carne branca, quase sem espinhas. Inteiro recheado e depois assado. Em postas, pode ser frito em filés ou cozido.

 

> PESCADA: Tem baixo valor calórico e de gordura, por isso é ideal para dietas. Pode ser preparada assada, grelhada ou frita.

 

> PINTADO: De carne rosada e pouca espinha, pode ser assado, grelhado ou ensopado.

 

> ROBALO: De carne branca e firme, é perfeito para ser assado na grelha ou no forno. Muito apreciado, também, em moquecas.

 

> SALMÃO: Grelhado, defumado ou assado. Muito apreciado cru, na cozinha japonesa

 

> SARDINHA: Frita, grelhada ou marinada.

 

> TAINHA: Pode ser frita, grelhada ou assada.

 

> TILÁPIA: Frita, cozida, grelhada ou assada.

 

TRAÍRA: O ideal é que seja frita. Exige muito cuidado devido à grande quantidade de espinhas.

Saiba mais aqui na Culinária Brasileira

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *