Cine Tela Brasil – 3 de agosto

 

 

 

A partir do dia 3 de agosto, moradores das cidades marginais à Via Dutra, que liga Rio de janeiro a São Paulo, terão a oportunidade de assistir a filmes brasileiros. E o melhor: de graça. Trata-se do projeto – que conta com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e com o patrocínio do Sistema CCR – Cine Tela Brasil, idealizado pelos cineastas Luiz Bolognesi e Laís Bodanzky.

 

A iniciativa, que já passou por algumas cidades da rodovia entre junho de 2005 e abril de 2006, é uma espécie de “sala de cinema que anda”. Nesta edição, 14 cidades receberão o cinema ambulante. Ao todo, serão 164 sessões de cinema – com duração média de uma hora e 30 minutos -, sendo quatro apresentações diárias em cada cidade onde parar.

 

Duas das sessões serão dedicadas às crianças, às 14h e às 15h30, com a exibição de Turma da Mônica – Uma Aventura no Tempo. Às 18h30, o objetivo é atender ao público jovem, com o filme O Casamento de Louise e às 20h30 é a vez do longa-metragem Se Eu Fosse Você. A retirada dos ingressos deve ser feita com antecedência no local de exibição das películas.

 

O projeto visitará as cidades de Barra Mansa, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Volta Redonda, Piraí, Queimados e São João de Meriti, no Rio de Janeiro; e São José dos Campos, Taubaté, Caçapava, Cruzeiro, Guaratinguetá, Jacareí e Pindamonhangaba, em São Paulo.

 

O projeto

O Cine Tela Brasil nasceu de uma iniciativa, conhecida como “Cine Mambembe”, de Luiz Bolognesi e Laís Bodanzky, em 1990. Os cineastas – somente os dois compunham a equipe na época – promoviam exibições de cinema em escolas, centros comunitários e praças públicas para populções carentes. A bordo do carro da família, circulavam pelo país com equipamentos simples.

 

Atualmente, o projeto consiste em uma grande tenda de 13mx15m, com uma tela de 21 metros quadrados. A sala possui 225 cadeiras, equipamento profissional de projeção 35mm (cinemascope), tela de 7mx3m, som estéreo (surround) e ar condicionado. Toda a estrutura é montada e desmontada a cada cidade visitada, sendo transportada por um caminhão próprio que, durante as sessões, transforma-se em sala de projeção.

 

Desde que passou de “Cine Mambembe” para Cine Tela Brasil, há três anos, o projeto visitou 110 cidades – nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná -, superou 250 mil espectadores e realizou cerca de 1.300 sessões. Para esta temporada, espera-se que 35 mil pessoas assistam aos filmes em cartaz.

 

Saiba mais no site

www.cinetelabrasil.com.br

 

02/08/07

    Author: Redação

    Share This Post On