Afastamento do Festival

 

 

 

 

O presidente do Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino, Enoir Zorzanello, renunciou ao cargo nesta terça-feira (1º). Em seu lugar assumiu o atual secretário de Turismo de Gramado, Alemir Klusener Coletto.

 

Zorzanello esteve à frente do evento durante 16 anos. Seu nome esteve envolvido em denúncias de irregularidades. De acordo com a organização do festival, ele optou por se afastar para não haver “impedimentos legais” à realização do evento, cuja 34º edição acontece de 14 a 19 de agosto. “[Zorzanello] decidiu afastar-se do comando do evento por entender que desta forma está colaborando para que o festival transcorra sem nenhum constrangimento ou contrariedade”, diz uma nota oficial divulgada nesta tarde.

 

Dois anos atrás, o Ministério Público Federal abriu investigação sobre possíveis irregularidades em prestações de contas do festival entre 2001 e 2003. Segundo os procuradores, as irregularidades davam conta de suposto uso de notas frias para justificar despesas.

 

O Conselho Estadual de Cultura, que avalia as solicitações referentes à Lei de Incentivo à Cultura, afirma que o projeto referente a esta edição do festival ainda está em posse de um conselheiro-relator para avaliação. Nos anos anteriores, foram aprovadas propostas referentes a valores parciais –segundo o órgão, algumas solicitações da organização do festival não foram aprovadas por conta de problemas relativos a limitação de orçamento, inadeqüação do tipo de orçamento à lei de incentivo ou falta de documentos.

 

Colleto, empossado pelo prefeito Pedro Bertolucci, integrava a comissão executiva do festival — para onde Zorzanello retorna após sua renúncia. A saída de Zorzanello não altera a programação do festival.

    Author: Redação

    Share This Post On