A ELETRICIDADE E O CINEMA BRASILEIRO

usina-de-ribeirao-das-lajesA Usina de Ribeirão das Lajes já estava sendo construída no início do século pelo The Rio de Janeiro Tramway, Light and Power Company Limited (Cia. De Carris, Luz e Força do Rio de Janeiro Ltda.). Era uma unidade provisória de 3.400 HP e começou a funcionar em meados de 1907.

O fornecimento de energia elétrica foi fundamental para o estabelecimento das salas fixas de projeção em todo o Brasil. No Rio de Janeiro, no segundo semestre de 1907, mais de 20 salas foram instaladas, tendo o maior número de assentos a recém inaugurada Avenida Central. O cronista João do Rio dizia que o cinematógrafo era o delírio da época.

    Author: Redação

    Share This Post On