Despedir-se de um amigo é despedir-se da gente mesmo.

triste

Sabe aqueles dias que o coração da gente fica assim meio apertado e em silêncio? Aqueles dias em que o sol parece não brilhar e os pássaros insistem em não fazer algazagarras e cantorias?
Pois é, amanheci assim. Logo cedo recebo uma triste notícia via meu amigo e irmão Carlos Kleina e, depois confirmada pelo também irmão Sérgio Silva: REGINALDO LOYOLA MORREU!
A gente devia aprender a dizer sempre aos amigos o quanto eles são importantes. Um dia, e hoje é um exemplo disso, eles se vão e ficamos nós, assim como estou agora, lamentando não ter dito que na cabeça de quem gosta e respeita não há lugar para o esquecimento, mesmo que a vida nos afaste. O destino une e separa.
Em 1980 fizemos parte de um momento histórico no Rádio do Paraná.
Comandada pelo grande e saudoso Jair de Brito e Luis Ernesto Pereira, foi ao ar Rádio Cidade (hoje Globo/CBN).
Miguel Nasser fez questão de montar a melhor equipe possível para aquela empreitada e contratou os seguintes profissionais:
Paulo Branco, Algaci Túlio, Eneas Faria, Candido Martins de Oliveira, Jurandir Carioca, Tony Mineiro, Reginaldo Loyola, Cláudio Ribeiro, Zé do Pito (José Augusto Favoreto), Mauricio Nasser, Ivan Sampaio e mais redatores, produtores, discotecários, técnicos e repórteres. A palavra e a voz são nossos meios de comunicação e aqueles profissionais, todos nós, tínhamos certeza que amar o rádio e a comunicação seria a primeira coisa que realmente aprenderíamos nas nossas vidas. Assim foi Reginaldo Loyola. Amou o rádio e a comunicação como poucos. E foi, também como poucos, brilhante.

REGINALDO LOYOLA

REGINALDO LOYOLA

Despedir-se de um amigo é despedir-se da gente mesmo. Triste estou eu aqui a olhar para o cenário histórico do rádio paranaense e buscando entender a grandeza desta profissão de comunicador e a responsabilidade que ela acarreta. Creio que Loyola sabia. Daquela famosa e importante equipe (hoje estudada na academia) vivos apenas: Luis Ernesto, Algaci Tulio, Candido Martins de Oliveira, Cláudio Ribeiro e Paulo Branco.
Aviso aos amigos que apesar da triste notícia – estou bem, só não estou feliz.
Cláudio Ribeiro
Comunicador – Compositor

    Author: Claudio Ribeiro

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *