Violeta Franco

Iniciei minha trajetória nas artes plásticas ainda muito jovem, junto com um grupo de paranaenses, em Curitiba,
nos anos de 50.

 

 

                                         

 

                                         MARIA VIOLETA FRANCO DE CARVALHO

 

Minhas primeiras experiências foram com o desenho e a pintura, sob orientação de Guido Viaro, o velho mestre italiano que formou três gerações
de artistas no Paraná.

Esses primeiros passos, conduzidos pelo temperamento inquieto, me levaram à gravura através de Poty Lazarrotto.

Este aprendizado foi da mais alta importãncia para todas as etapas de pesquisas pelas quais passei.

A gravura exigiu e ensinou-me a disciplina e humildade porque havia uma técnica a ser dominada.

Na volta à pintura, procuro o expressionismo alemão, que me seduz e influencia.

Faço um trabalho abstrato em que estudo forma e cor. Para complementá-lo, eventualmente, utilizo a colagem.

Não tenho a intenção de reproduzir uma realidade senão a minha própria realidade, moldada pelo que aí está. Assim, se minha arte sugere certa desigualdade, de outro lado guarda a coerência de uma evolução.

 

Saiba mais aqui…

VIOLETA FRANCO 21.02.1931 07.05.06

    Author: Redação

    Share This Post On