Patrimônio e cidadania

igreja olindaEm Olinda, projeto viabilizado pelo PAC das Cidades Históricas oferece capacitação em restauro. A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Pernambuco (Iphan/PE), em parceria com a Prefeitura de Olinda e o Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada (CECI), dará início às aulas da Obra Escola de Restauro da Igreja de São João Batista dos Militares, em Olinda.

A Obra Escola proporcionará aos alunos (jovens e adultos) selecionados nas comunidades olindenses do entorno da Igreja capacitação em ofícios tradicionais, com enfoque em restauro: pintor, pedreiro, carpinteiro, ferreiro, estucador e canteiro. Os alunos irão participar do restauro da Igreja de São João Batista dos Militares, no bairro do Amparo.

A intervenção começou em dezembro e está sendo executada pelo CECI, com previsão de conclusão em 8 meses. O orçamento é de R$ 833 mil, com recursos do PAC das Cidades Históricas – Iphan/MinC. Após a conclusão das obras, a Igreja voltará a funcionar como templo religioso e sediará a Orquestra Sinfônica de Olinda.

História

A Igreja de São João Batista dos Militares foi construída em 1570, em estilo maneirista (com uma só nave). Em 1631, durante as invasões holandesas, a cidade de Olinda foi alvo de um grande incêndio, e a igreja foi a única construção que as milícias holandesas preservaram do ataque, usando-a como quartel-general.

A última restauração desta que é uma das igrejas mais antigas do Brasil foi realizada na década de 80. Abandonada, as pessoas utilizavam o local como ponto de drogas

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =