Morre o artista plástico Sérvulo Esmeraldo

serv4105780

 

Conhecido por suas esculturas, Sérvulo deixa de herança o apuro, zelo e paixão pelas artes plásticas. Sua trajetória está acompanhada pelo caminho da arte. Ainda na Fortaleza da década de 1940, conviveu com outros expoentes como Zenon Barreto, Antonio Bandeira e Aldemir Martins. Na década seguinte, muda-se para São Paulo, onde participa da montagem da I Bienal de Artes, ponte para a França, onde atuou como bolsista do governo francês e iniciou seu trabalho de gravura em metal. Na Europa, além de Paris, expôs na Suíça, Portugal, Itália, Inglaterra, Luxemburgo e Polônia.

O retorna ao Brasil na década de 1970 e faz de Fortaleza seu refúgio, tornando-se símbolo de praças, avenidas, prédios públicos e universidades. Sua obra, geométrica e linear, está das galerias estrangeiras aos calçadões da capital cearense. Democratizou a arte contemporânea com luz e a perfeita equação entre força e leveza.

Opinião

Dodora Guimarães, sua companheira de mais de 37 anos de amor mútuo, deixou em sua página na rede social sua homenagem ao parceiro de vida. “Bravíssimo, Sérvulo Esmeraldo. Partiu meu guerreiro Cariri. Foi, como ele me disse: trabalhando. Fazendo uma coisa linda, pelo que me assegurou. Agora ele é pura luz. Vai, meu amor querido. Você foi o mais amado dos seres humanos. Não só por sua Dodorinha, mas por toda a torcida do Flamengo. Grandíssimo, Esmeraldô”.

Fabiano dos Santos Piúba, secretário Estadual da Cultura, também destacou a partida do artista plástico. “O povo brasileiro, em especial o povo cearense, chora a partida desse artista referencial, sabendo, porém, que Sérvulo Esmeraldo permanece vivo em suas obras pela cidade, em seu desejo de aproximação entre arte, arquitetura e experimentação social. Um grande artista integrante da memória das artes do Ceará, do Brasil, do mundo”.

O secretário da Cultura de Fortaleza, Evaldo Lima, também lamentou a morte do cearense. “É com grande tristeza que recebo a notícia do falecimento do escultor, ilustrador, pintor e artista plástico, Sérvulo Esmeraldo, uma das maiores referências da arte e cultura cearense. Fruto do Crato, no Cariri, Sérvulo floresceu e espalhou a sua arte em diversos cantos do mundo, eternizando a sua obra e a sua história. Desejo força e sentimentos aos familiares”.

Mais

Nos 88 anos de Sérvulo Esmeraldo realizou pelo menos 75 exposições individuais e 103 coletivas.

Em suas quase nove décadas, foi premiado vinte vezes.

Além do Brasil, suas obras estão espalhadas por países como França, Portugal, Estados Unidos, Suíça, Chile, Cuba e Itália.

 

De Fortaleza,
Carolina Campos

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *