Crianças da Vila dos Pescadores

Barcos, peixes, mar, areia; a rotina de quem vive de pesca e as diversas atividades culturais que acontecem em frente ao mar, ou até mesmo dentro do Ponto de Cultura Enseada das Canoas. O que faz parte da Vila dos Pescadores de Jaraguá foi devidamente clicado por fotógrafos de seis a quinze anos de idade, todos moradores da comunidade, resultando na exposição Livres Olhares. A simplicidade do ‘belo’ na ótica da garotada continuará exposta até o dia 28 de agosto.
Durante um período de cinco meses, um grupo de 14 meninos e meninas participou da Oficina de Antropologia Visual e Multimídia do Ponto de Cultura Enseada das Canoas. Com quatro câmeras na mão, elas captaram as diversas atividades desenvolvidas dentro da Vila dos Pescadores. A exposição tem a curadoria de Viviane Duarte.
São estes os fotógrafos responsáveis: Adrielly, Andressa, Fábio, Alex, Douglas, Janiele, Flávio,Jaqueline, Jeferson, Jéssica, João Vitor, Joyce, Jonatan, Luan, Lucas,Luiz Carlos, Robison e Welisson.
Nas palavras da curadora Viviane Duarte, ‘Livres Olhares’ traz o “registro peculiar e significante de crianças e adolescentes participantes do Ponto de Cultura Enseada das Canoas, da Associação dos Moradores a Amigos do Bairro do Jaraguá – AMAJAR, onde se manifestam em olhares atentos e refinados com sutilezas caracterizadas pela sensibilidade artística, que aparece naturalmente, a partir desta visão liberta de quaisquer amarras”.
Fonte:Ascom Amajar/Wanessa Oliveira

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *