CARTUNISTAS HOMENAGEIAM GLAUCO COM EXPOSIÇÃO COLETIVA “FALA, PANGA!”

glauco-por-biraAté  30 de maio de 2010, a Pizza do Babbo, em Pinheiros, São Paulo, ponto tradicional de encontro de desenhistas, vai se transformar na capital federal dos amigos do cartunista Glauco, assassinado em meados do mês de março deste ano. Na exposição “FALA, PANGA!”, 28 artistas, colegas ou pessoas que tiveram o trabalho diretamente influenciado pelo criador do personagem Geraldão, fazem uma sincera homenagem ao talento do cartunista. “Fala, Panga!” era a maneira como Glauco se dirigia aos amigos, especialmente os de redação.

Cada um dos artistas se apropria, a seu modo, do espírito anárquico de personagens como Dona Marta e Zé do Apocalipse para expressar seu carinho e admiração. Entre eles estão Pelicano, seu irmão e também cartunista, Caco Galhardo, Angeli, Adão Iturrusgarai, Luiz Gê, Jaguar, Ziraldo, Paulo Caruso, entre muito outros.

Glauco Vilas Boas é paranaense de Jandaia do Sul. Nasceu em 10 de março de 1957. Publicou sua primeira tira em 1976 no Diário da Manhã, de Ribeirão Preto. Foi premiado no Salão Internacional de Humor de Piracicaba e na 2ª Bienal de Humorismo Y Gráfica de Cuba. Começou a colaborar na Folha de S.Paulo em 1979. Editou pela Circo Editorial entre 1987 e 1989 a revista Geraldão. Nesse período também foi colaborador das revistas Chiclete com Banana e Circo, da mesma editora. Foi também roteirista da TV Pirata e TV Colosso, da Rede Globo.

O cartunista é autor de uma família de tipos como Dona Marta, Zé do Apocalipse, Doy Jorge e Geraldinho. Glauco criou em maio de 2000 os personagens Ficadinha -publicada aos sábados- e Netão -publicado às terças e quintas. Nesses anos, as histórias transformaram-se, sintonizadas com mudanças de comportamento, modas e manias, mas Glauco continuou fiel ao seu traço único e desenha com nanquim no papel. Usava o computador só para colorir as tiras, depois de escanear seus desenhos. “Para meu tipo de desenho, só mesmo com a pena, que dá um traço peculiar“, dizia. Ex-guitarrista, o pisciano Glauco também já inspirou personagens de outros cartunistas. Angeli baseou-se nele para criar o Rhalah Rikota, “na época em que o Glauco era seguidor do guru indiano Rajneesh“, diz Angeli.

Artistas participantes:
Adão Iturrusgarai, Airon Alcy, Allan Sieber, Angeli, Arnaldo Branco, Benett, Chiquinha, André Dahmer, Dálcio, Emílio Damiani, Galvão, Luiz Gê, Fernando Gonsales, Gustavo Duarte, Jaguar, Jean, Leonardo, Mariza, Nani, Orlando, Paulo Caruso, Pelicano, Solda, Spacca, Tiago Recchia, Ziraldo.

PIZZA do BABOO
 a partir das 20h até 30 de maio, de terça a domingo, das 18h às 23h30 Curadoria: Orlando Pedroso Rua Joaquim Antunes, 824 – Pinheiros Fones: 3064 8282 e 3082 9065

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. hAfd8e Major thankies for the blog.Much thanks again. Much obliged.

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *