Capas de Discos ganham exposição

clementinaAs célebres capas de disco da gravadora Elenco, que se tornaram ícones da Bossa Nova, estão reunidas pela primeira vez nesta exposição no Instituto Tomie Ohtake, patrocinada pela KPMG. Com curadoria de Marcello Montore e coordenação da Grifo Projetos Históricos e Editoriais, a mostra apresenta 75 trabalhos que revelam a imagem musical de uma época (1963-1971), na qual a gravadora de Aloysio de Oliveira abrigou talentos como Jobim, Vinícius, Nara, Menescal, Sílvia Telles, Maysa, Baden e tantos ouros.

As capas da primeira fase da gravadora, identificadas pelo predomínio das cores vermelha e preta, com fotos em alto-contraste, foram criadas por Cesar Villela que, em 1964, mudou-se para os Estados Unidos. Depois disso, os projetos gráficos foram assumidos, entre outros, por Eddie Moyna, Ronald Lins e Lincoln Nogueira. Para o curador, a linguagem gráfica criada por Villela “traduziu com irretocável precisão a simplicidade e o requinte da Bossa Nova, marcando também de modo inovador a primeira fase das capas da gravadora”.

Para que se compreenda o surgimento da capa de LP, o curador reuniu também materiais gráficos ligados às origens da música gravada (1877). As capas graficamente trabalhadas surgem nos Estados Unidos em 1930, por Alex Steinweiss. No Brasil, o curador destaca o autodidatismo dos profissionais desta área, egressos de outras áreas como ilustração, fotografia, propaganda e artes plásticas. “Essa atividade de criação de capas de disco precedeu em quase duas décadas a instituição das escolas de design no país. Aliás, naqueles primeiros tempos não se usava o termo designer gráfico; eles eram artistas gráficos, layoutman, ou simplesmente desenhistas”, comenta o curador.

Exposição: Elenco – a Cara da Bossa – São Paulo
Visitação: de 9 de dezembro de 2009 a 10 de janeiro de 2010
Terça a domingo, das 11h às 20h – Entrada Franca
Instituto Tomie Ohtake
Av. Faria Lima, 201 (Entrada pela Rua Coropés) – Pinheiros SP Fone: 11.2245-1900

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. YrPYeT Thanks for the blog. Will read on…

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *