Artistas protestam contra Temer na coletiva da Bienal de São Paulo

bienal100191

Braço forte da resistência ao golpe que afastou a presidenta Dilma Rousseff, o setor da cultura continua a se manifestar contra o governo de Michel Temer. Nesta segunda (5), a coletiva de imprensa da 32ª Bienal de São Paulo foi palco de mais um protesto. Um grupo de artistas tomou conta do salão principal, aos gritos de “Fora Temer” e vestindo camisetas contrárias ao presidente e em defesa de eleições diretas.

 

Participantes em um dos principais eventos de arte do mundo, eles anunciaram que tratava-se de um ato contra o governo e a violência policial empregada nas manifestações de rua e em solidariedade às 26 pessoas presas neste domingo (4).

 

Entre os artistas que participaram do protesto, estavam Cristiano Lenhardt, Jonathas de Andrade, Amilcar Packer e e o coletivo carioca OPAVIVARÁ!.

 

Jochen Volz, curador da Bienal – cujo tema é “incerteza Viva”-, recebeu bem a manifestação e fez discurso exaltando a liberdade de expressão.

 

Ele também destacou que, quando iniciou a preparação para a mostra deste ano, o cenário político no país se tornou mais instável. “Temos discutido continuamente uma maneira de reagir a essas mudanças”, colocou.

 

A Bienal será aberta ao público nesta quarta (7) e fica em cartaz até 11 de dezembro, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque do Ibirapuera. Nesta edição, reúne cerca de 340 obras de 81 artistas e coletivos. Veja abaixo vídeo do momento do protesto.

Assista o Vídeo 

    Author: Braisil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *