2ª Conferência Nacional de Cultura promove, a partir desta quinta (11/3), debate sobre os rumos das políticas públicas

conferenciasVários segmentos da classe artística têm um encontro marcado, a partir de amanhã, com abertura oficial, no Teatro Nacional, da 2ª Conferência Nacional de Cultura (CNC), evento que pretende, até o dia 14, discutir, aperfeiçoar e articular entre artistas, produtores culturais, investidores, gestores e representantes de movimentos e da sociedade, novas diretrizes para políticas públicas na área. Para o ministro da pasta, Juca Ferreira, o debate — sempre realizado no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21 —, é um dispositivo primordial para incentivar cada vez mais iniciativas perante a classe, tendo em vista que o papel do Estado é o de criar condições de acesso e desfrute. Para celebrar o encontro uma série de atrações artísticas circulam pela cidade com acesso livre.

“Por meio desse método democrático de discutirmos tudo, as prioridades, os métodos, os projetos, estamos valorizando a cultura, responsabilizando o Estado pela construção dessa sensibilidade plena, que tem uma economia importante”, destaca Ferreira. “É um hábito dessas duas gestões do governo manter um diálogo permanente com a sociedade e a conferência é o maior fórum participativo do MinC, criando maior espaço para diálogos ao receber representantes e delegados de mais de 3 mil municípios, discutindo temas relacionados a 19 linguagens artísticas”, enfatiza Silvana Meireles, secretária de Articulação Instituição do Ministério da Cultura e coordenadora executiva da Conferência Nacional de Cultura.

Jorge Mautner: destaque da programação de domingo, na Funarte – (Paulo de Araujo/CB/D.A Press )    
Jorge Mautner: destaque da programação de domingo, na Funarte
O primeiro encontro do gênero ocorreu há cinco anos. Segundo Silvana Meireles, de lá para cá, alguns mecanismos importantes na área foram apresentados à sociedade, entre eles o Plano Nacional de Cultura (PNC), atualmente tramitando no Congresso Nacional. O objetivo agora é ampliar a discussão a partir de questões que foram prioridade na primeira conferência e debatidas ao longo desta gestão do governo. “Hoje, por exemplo, o orçamento da cultura chegou a 1%, um momento histórico, mas isso não está assegurado, essas questões precisam ser debatidas”, acredita.

Ao longo de cinco dias vários debates serão entrincheirados tendo como eixo temático a cultura, a diversidade, a cidadania e o desenvolvimento. Segundo a secretária de Articulação Institucional, Silvana Meireles, todos os assuntos abordados terão como polo central a diversidade, tema presente em todas as ações do ministério. “O processo democrático discute a política cultural que foi proposta pelo ministério e ancorada em conceitos que abrangem três dimensões da área: a simbólica, a cidadã e a econômica”, explica.

Os artistas são destaques na Conferência Nacional de Cultura em duas frentes: participando dos debates ou como atrações artísticas em shows de músicas, teatro, circo e dança. Também serão oferecidas aos participantes oficinas culturais, exibição de filmes e exposição. Grandes nomes da música brasileira, como Chico César e Zeca Baleiro, são presenças garantidas nas mesas de debates. Uma das atrações de hoje, às 20h, no Clube do Choro, é o bandolinista Dudu Maia. No domingo, o anarquista Jorge Mautner e Gog sobem ao Palco Brasília, da Funarte. Artistas locais também marcam presença no evento: “As apresentações são pautadas pela diversidade, valorizando artistas de vários cantos do país e várias linguagens artísticas também”, aponta Silvana.
 
Programação completa

Hoje
20h – Dudu Maia – Clube do Choro (Teatro- Palco Brasília)
21h – Há -Ono-Beko – Música (Palco Brasília)

Amanhã
9h às 20h – “Haicai e a Fotografia”, de Ana Carolina Chioramital – Exposição Fotográfica (Galeria Funarte Fayga Ostrower)

9h às 20h – Retrato Substantivo Feminino”, de Tatiana Gentile – Exposição Fotográfica (Galeria Funarte Fayga Ostrower)

9h às 22h – Intervenção Fotográfica com fotos de Mila Petrillo (Espaço Marquise)

10h às 12h – Dança Menino de Ceilândia, Maria Antonieta Mendes – Oficina de Dança (Sala Cássia Eller)

13h às 15h – Caledoiscópio das Artes – Exibição Cinematográfica (Sala Cássia Eller)

16h às 18h – Manguerê Poético, Elisa Lucinda – Oficina de Poesia (Sala Cássia Eller)

Sexta-feira
9h às 12h – Cenas Literárias, Cristina Amélia Carvalho – Oficina de Literatura (Sala Cássia Eller)

13h às 15h – Histórias do Cinema Brasileiro – Exibição Cinematográfica (Sala Cássia Eller)

15h às 18h – Mosaico de Artes e Gente, Gui Mallon – Oficina Dinâmica de Palco (Sala Cássia Eller)

18h às 20h – Apresentações Regionais – Palco Waly Salomão (20h)
-“Violão, viola e outras cordas”, Ronaldo José Robles
– Apresentação de Teatro de Sombras (Sala Plínio Marcos)

21h – “Oriki, no Coração da Canção”, de Iara Spíndola – Apresentação musical Afro-Brasileira (Palco Brasília)

Sábado
9h às 12h – Cenas Concretas, Francis Wilker -Oficina de Teatro (Sala Cássia Eller)

13h às 15h – Por trás do Pano – Exibição Cinematográfica (Sala Cássia Eller)

15h às 18h – Uma Banda de produção no Kariri, André Magalhães – Oficina de Música popular (Sala Cássia Eller)

18h às 20h – Apresentações Regionais (Palco Waly Salomão)

19h – “Grupo Uirapuru”, de Tercio Araripe – Apresentação musical com instrumentos de barro (Sala Plínio Marcos)

21h – “Cavalo marinho – Boi Brasileiro – Mestre Luis Paixão” – Música (Palco Brasília)

Domingo
10h às 12h – Pipipi- Projeto de Investigação da prática de intervenção e performances interativas, Ana Luisa Dupas – Oficina de Performance (Sala Cássia Eller)
13h às 15h – Samba Riachão – Exibição Cinematográfica (Sala Cássia Eller)

15h às 18h – Residência e Resistência em Pontos de Cultura, Francisco de Assis – Oficina de Roteiro (Sala Cássia Eller)

16h às 18h – Apresentações Regionais (Palco Waly Salomão)

18h – “Contos/Tra/Versos”, de Marcia Maria Cabral (Sala Plínio Marcos)

19h – Gog – Música
(Palco Brasília)

20h – “Maracatu Atômico Kaosnavial” com Jorge Mautner, mestre Zé Duda, Nelson Jacobina, Maracatu Estrela de Ouro e Afonjah – Apresentação Musical de Maracatu (Palco Brasília)

22h – Projeto Criolina – Música DJs (Palco Brasília)

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *