Roque Santeiro, de Dias Gomes, ganha roupagem faroeste em “O Heroi de Araque”

Espetáculo baseado na obra "Roque Santeiro ou o Berço do Heroi" de Dias Gomes será apresentado no Festival de Comédia do teatro Lala Schneider como faroeste.

Acontece em Curitiba. A obra O Berço do Heroi, consagrada na televisão por sua novela Roque Santeiro, ganha nova roupagem no espetáculo “O Heroi de Araque”. “O faroeste foi escolhido como pano de fundo por ser uma representação do encontro de uma cidade rural com seus primeiros ares de desenvolvimento. O urbano se encontra com o rural através da construção da estrada que ligará a cidade até a capital e com a construção de uma boate; ao mesmo tempo em que tem que conviver com elementos atrasados como o coronelismo”, diz Michael Genofre, ator que interpreta Sinhozinho Malta.

Sob a direção de Marcyo Luz, o espetáculo busca desassociar a imagem que o público tem da novela e se deparar com um texto atemporal. Ainda que seja em clima de faroeste, remete a um Brasil interiorano que podemos encontrar em qualquer uma de suas imensas regiões do país. Ao mesmo tempo, o público pode matar saudades de seus personagens tão queridos como Porcina, a viúva que é sem nunca ter sido.
A história conta sobre a volta de Cabo Roque, dado como morto durante a Segunda Guerra e que virou heroi da cidade de Fianópolis. Com a fama, a cidade começou a prosperar e receber símbolos de seu desenvolvimento: Zé das Medalhas ficou rico, uma estrada ligando a capital já está na metade, e uma boate está para ser inaugurada. Porém, Cabo Roque não está morto e tudo pode ser arruinado.
Dias 15 e 22 de março, 19 horas.
Ingresso: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudante)
Teatro Lala Schneider – Rua 13 de Maio, 629.
Direção: Marcyo Luz
Texto: Dias Gomes
Elenco: Michael Genofre (Malta), Rodrigo Xavier (Roque), Paloma Lima (Porcina), Aquillis Ferreira (Hipólito), Angelo de Almeida (Florindo Abelha), Eveline Soberano (Pombinha Abelha), Jessica Fronza (Mocinha), Giulia Fernandes (Matilde), Rafaelle Becker (Ninon), Eduardo Fecchio (Rosali), Jean Betin (General), Aldrin de Medeiros (Zé das Medalhas), Guilherme Trombini (Jiló). Participação especial: Bruno Carvalho (Roque-Estátua).

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *