“Duplo Crimp” – Rio de Janeiro

O espetáculo “Duplo Crimp”, que marca o início das atividades do Vivo EnCena no Rio de Janeiro em 2012, reúne duas peças do dramaturgo Martin Crimp: “O Campo” e “A Cidade”, que serão apresentadas juntas pela primeira vez no Brasil. Os textos dialogam entre si e se complementam. A estreia cumpre temporada até 13 de fevereiro, às sextas e segundas-feiras, sempre às 20h. O público que preferir assistir separadamente os espetáculos terá como alternativa: “O Campo”, sábados, às 21h, e “A Cidade”, domingos, às 21h.

Com direção de Felipe Vidal, tradução de Daniele Avila, cenografia de Aurora dos Campos, iluminação de Tomás Ribas e figurinos de Tarsila Takahashi, a proposta é apresentar as obras como um díptico: duas peças complementares de um mesmo autor, num programa único. “Duplo Crimp” é uma ação do Complexo Duplo, que atualmente ocupa o Teatro Gláucio Gill, com patrocínio da Vivo.

No elenco de “O Campo” estão Flavia Pucci, Adriano Saboya e Gabriela Carneiro da Cunha. Em “A Cidade”, Cris Larin, Lucas Gouvêa, Nicole Cordery e Beatriz Bertu interpretam as personagens de Crimp.

“O Campo”, escrito em 2000, e “A Cidade”, escrito em 2008, são textos que se assemelham na temática e também na estrutura. “A proposta é encenar as peças a partir da relação que elas têm entre si e aproximar o público da obra deste importante dramaturgo da atualidade”, esclarece o diretor Felipe Vidal. Com a apresentação das duas peças em conjunto, o projeto propõe que o espectador se aproxime das questões do autor e de sua dramaturgia.

A equipe de realização é a mesma de “Tentativas Contra a Vida Dela”, tendo em vista a oportunidade de fortalecer o vínculo do público carioca com a obra de Crimp. A peça estreou em 2010 no CCBB de Brasília e esteve em cartaz no Rio de Janeiro no Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, com ampla recepção de público e ótima avaliação de crítica.

A escolha das peças também é resultado de uma coerência estética, de um desejo de continuidade e desafio. A peça “O Campo” foi escrita por Crimp logo depois de “Tentativas Contra a Vida Dela”, peça que mais radicaliza a pesquisa de linguagem na sua dramaturgia. Na trajetória do autor, “O Campo” seria uma espécie de retorno a uma construção dramatúrgica mais tradicional, embora recortada por notas de fragmentação que instauram uma atmosfera de suspense na narrativa.

“A Cidade” é a peça mais recente de Crimp. Com uma camada a mais de mistério, esta narrativa pode ser considerada mais complexa, mais atravessada por personagens ausentes e ações que se dão fora de cena.

Local: Teatro Glaucio Gill (150 lugares)
Endereço: Praça Cardeal Arcoverde s/n – Copacabana – Tel: (21) 2332-7904
Horário(s): Sexta e segunda-feira, 20h – “Duplo Crimp”
Sábado, 21h – “O Campo” | Domingo, às 21h – “A Cidade”
Preço(s): Sexta e Segunda – Programa Duplo: R$30,00 (inteira) R$15,00 (meia) | Sábado e domingo: R$20,00 (inteira)/ R$10,00 (meia)
Temporada: 13 de janeiro a 13 de fevereiro de 2012
Classificação: 16 anos
Duração:“Duplo Crimp” 180 min com intervalo de 20 min“O Campo” 85 min e “A Cidade” 75 min

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *