Brasileiros inserem cultura mineira em “Romeu e Julieta” em Londres.

Uma das mais consagradas versões de Romeu e Julieta ganhou os palcos de Londres no último final de semana. E em português. A mais famosa história de amor de todos os tempos foi interpretada pelo grupo mineiro Galpão, mesclando humor e drama a elementos da cultura barroca mineira, bastante claros do figurino até a trilha-sonora.

Dirigida por Gabriel Villela, a versão da montagem data dos anos 1990 e foi interpretada pela terceira vez na capital britânica – desta vez em três sessões no emblemático teatro Globe, que teve com seus 1.500 ingressos de cada apresentação esgotados.

Localizado à beira do rio Tâmisa, a casa foi criada especialmente para abrigar peças de William Shakespeare e fica a apenas alguns metros do teatro original onde o dramaturgo encenava suas obras no século XVI.

“A cultura do teatro é politeísta. Estamos na casa de Deus, na casa de Shakespeare”, disse Villela à BBC Brasil. “Para nós, (estar aqui) tem significado sagrado.”

Entre os espectadores, estavam tanto estrangeiros – auxiliados por legendas ao longo da apresentação – quanto brasileiros, caso de Fabio Dias, de Uberlândia, que já havia feito um workshop com o Galpão em Ouro Preto e aproveitou a visita a Londres para assistir à montagem.

“Esta peça tem uma roupagem totalmente diferente e tinha ouvido falar muito bem”, disse o mineiro. “E assim que meu inglês estiver perfeito, quero assistir a Shakespeare em inglês.”

As apresentações do Galpão são parte do festival Globe to Globe, em que peças do emblemático autor são interpretadas em 37 idiomas. Há desde Rei Lear em bielorrusso, Macbeth em polonês a Hamlet em lituano.

O evento faz parte das diversas atrações culturais londrinas ligadas aos Jogos Olímpicos de 2012, que começam em julho.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *