Igreja Matriz de Congonhas (MG) é restaurada pelo Iphan

download (1)

A obra de restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas (MG), foi inaugurada. A entrega foi feita pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entidade vinculada ao Ministério da Cultura (MinC).

Esta é uma das 93 obras do estado mineiro que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, voltada, exclusivamente, para a recuperação e preservação de sítios históricos urbanos tombados.

A restauração começou em julho de 2015 e contou com investimentos de aproximadamente R$ 1,4 milhão. Uma das principais igrejas de Congonhas, a Matriz de Nossa Senhora da Conceição foi construída no século 18 e tombada, pelo Iphan, em 1950.

Restauração

O projeto  assegurou a recuperação da integridade física, estética e histórica de seus monumentos e obras de arte. Para isso, foram empreendidos esforços para a reparação dos elementos de arte do interior da igreja, que incluíram o retábulo – painel de madeira ou pedra presentes no altar de uma igreja (esculpidos ou pintado) – do altar-mor, a tribuna da capela-mor e o Arco do Cruzeiro.

A igreja tem em sua fachada um portal esculpido por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Composta por um conjunto harmonioso com quatro laterais, a igreja apresenta uma das naves mais espaçosas de Minas Gerais. A capela-mor, datada de 1764, foi dourada pelo pai de Aleijadinho, Manuel Francisco Lisboa.

PAC Cidades Históricas

O PAC Cidades Históricas é hoje um dos principais responsáveis pela revitalização de patrimônios no País. Executado sempre em parceria com municípios, universidades e outras instituições federais, o programa conta com 93 obras em oito cidades de Minas Gerais: Belo Horizonte, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João del Rei, Serro e Congonhas. O investimento previsto para o estado é de R$ 257,16 milhões.

Além de dar continuidade ao PAC Cidades Históricas, o MinC criou recentemente uma secretaria voltada especificamente para a Infraestrutura Cultural, uma vez que o governo do presidente Michel Temer estabeleceu como uma de suas prioridades a reforma, a modernização e a construção de equipamentos culturais.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MinC

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *