Exposição destaca arte feita no Brasil antes do descobrimento

 

 

 

 

Boa parte do que se passou por aqui antes da chegada dos europeus em 1500 permanece incógnita. Impressionado com a falta de informações sobre o assunto, o designer e diretor Marcello Dantas, 40, idealizou um projeto que abordasse o período, sobretudo do ponto de vista artístico. O resultado é a exposição “Antes – Histórias da Pré-História”, que inicia temporada amanhã (dia 23) no Centro Cultural Banco do Brasil.

 

A mostra, que já foi vista por 750 mil pessoas no Rio e em Brasília, agrega projeções e 150 peças de arte rupestre, cerâmicas, instrumentos de caça, esqueletos e réplicas –o arco temporal comporta desde uma pedra talhada de 100 mil anos até trabalhos do século 15. “Ser brasileiro e nunca ter visto aquilo que vi nos sítios arqueológicos me inquietou”, diz Dantas, que chamou as arqueólogas Niéde Guidon, Anne-Marie Pessis e Gabriela Martin para realizarem a curadoria do evento.

 

Dividida em quatro módulos (um dos quais com ênfase no cotidiano e nos avanços tecnológicos do período), a exposição apresenta como destaques as pinturas rupestres encontradas no Piauí e na Paraíba e os artefatos e as cerâmicas amazônicos, além das esculturas em pedra e osso litorâneas. Entre os outros destaques, há o esqueleto de uma preguiça, que mede cinco metros.

 

Centro Cultural Banco do Brasil (r. Álvares Penteado, 112, região central, tel. 3113-3651). Ter. a dom.: 10h às 21h. Abertura: 23/7, a partir das 15h. Até 25/9.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On