Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*)

O capitalismo está sempre atento e com olhos bem abertos, observando e aliciando os movimentos culturais e sociais e seus territórios de atuação. O que incomoda, inquieta e assusta não só ao movimento Hip Hop, mas também aos demais movimentos culturais, é exatamente a reação do capitalismo contemporâneo, tentando capturar, cooptar e domesticar a produção de subjetividade incessante e frenética que esses movimentos promovem.

O grafite, o Dj, o rap, o break, as gírias e dialetos em novelas e outros programas da Rede Globo, as lideranças desses movimentos em comerciais de bancos, telefonia celular etc mostram a busca por essas subjetividades, que são fundamentais para a produção capitalista. Mas eles não querem só o Hip Hop. Querem também o funk, o charme e demais manifestações que dêem a eles a tão desejada subjetividade que lhes interessa. A razão desse interesse é simples: a cultura urbana é produção de riqueza, e a metrópole é o espaço dessa produção.

Apesar de ser um espaço de realidades paradoxais, a metrópole sempre proporcionou o surgimento de movimentos culturais e sociais potentes. O hip hop é um grande exemplo disso: uma cultura forjada nas ruas, fruto da hibridização de linguagens e culturas que se cruzaram nos guetos da metrópole. O rap nasceu da fusão da cultura africana, jamaicana e americana. Já o break veio da comunidade porto-riquenha que residia nos guetos americanos, mas sofreu a influência da cultura negra dos guetos nova-iorquinos. Já o grafite, que surgiu de manifestações políticas estudantis em 1968, na França, também recebeu influências ao chegar a solo americano. O que quero evidenciar é que por traz das características internas de uma cultura estão os conflitos sociais, as interações e as inter-relações.

É importante lembrar que a cultura nasceu em meio ao caos social que assolava os Estados Unidos na década de 1970. Ou seja, a cultura hip hop representa nesse momento a resistência dos jovens às adversidades sociais vividas nos guetos, mais que isso, havia sempre uma ideia criativa para superar uma necessidade que surgisse. No Brasil, a cultura é sinônimo de hibridização, mestiçagem e antropofagia. O diálogo estreito com outros movimentos sociais e culturas urbanas potencializam mais ainda a cultura e, o que é mais importante, diversificam suas formas de luta e seu poder de criação e produção.

Por tudo isso, o capitalismo investe não só na cultura hip hop, mas em todas as redes e culturas, buscando extrair valor da cul­tura, do saber, do afeto e da sociabilidade. Para isso procura conectar-se a determinadas dinâmicas de produção do intangível. É nesse momento que assistimos a Nike fazer uma parceria com Central Única de Favelas (Cufa) ou com o rapper Mano Brow. Assistimos ao Santander buscando expandir seus serviços nas periferias utilizando a imagem do grupo AfroReggae ou a Nextel, utilizando o rapper MV Bill.

Recentemente o Metrô Rio promoveu a Copa Grafitti, com oficina ministrada com o grafiteiro Airá Ocrespo, para alunos da rede pública onde os alunos que se destacarem irão participar da pintura oficial dos muros das 15 estações do Metrô da linha 2. Fica uma pergunta: os grafiteiros que coordenaram os trabalhos de pinturas do muro serão reconhecidos como artistas e remunerados como tais? Os alunos das oficinas também serão remunerados dignamente?

Para o capitalismo contemporâneo conectar-se com essas culturas e com esses territórios, é conectar-se com as dinâmicas de produção do intangível, é buscar a fonte do valor que se encontra nas formas de vidas que se produzem e reproduzem continuamente nesses mundos. Formas de vida que são potentes manifestações de criatividade, luta e resistência no seio desse novo ciclo de acumulação do capitalismo globalizado. É conectar-se com atores sociais que hibridizam o saber e o fazer em novas e potentes soluções tecnológicas, sociais e culturais. Ou seja, é a aproximação com a potência da vida dos pobres.

Um exemplo dessa potência é o Movimento Enraizados, que tem sede no centro de Morro Agudo em Nova Iguaçu, em um espaço com 350m², com biblioteca, telecentro, estúdio de áudio e vídeo, lanchonete, auditório, cineclube e mais diversas atividades para os jovens e adolescentes. O movimento atendeu 120 crianças, 600 adolescentes e 180 jovens no ano de 2010, em projetos como o Pontão de Cultura Preto Ghóez Juventude Digital, Projovem Adolescente e Enraizadinhos. A Rede Enraizados é o Núcleo de Audiovisual que tem  produção e difusão de Filmes, Videoclipes, Músicas, Coletâneas, gravação e venda de CDs e DVDs; o Cineclube Enraizados, com foco no cinema nacional e documentários; Rede de Comunicação Alternativa, composta por fanzines, e-zines, jornais de bairros, internet, rádios comunitárias e livres.

Outro exemplo é o Coletivo Visão da Favela Brasil, que atua no Morro Santa Marta com diversas atividades para toda a comunidade. Entre as diversas atividades destacamos:Pintando o Morro: Toda semana convidados um Graffiteiro da cidade do Rio de Janeiro, para realizar o graffite dentro do morro Santa Marta. O Graffiteiro tem a liberdade para escolher o tema da pintura. Seja critica social ou entretenimento. Cria Filmes: Núcleo de Cinema, onde se criam filmes, reportagens, edições, oficinas de cinema. Em 2008, o Núcleo produziu de forma autônoma o Curta Metragem: 788 com 12 minutos de duração, que ganhou prêmio como melhor filme no Brasil Belo Horizonte, como melhor Imagem. E na Holanda, como melhor filme de ficção. Sessão Santa Marta: Cine Clubismo, realizado no bar cultural do Zé Baixinho, quinzenalmente. Na Sessão Santa Marta, são exibidos filmes nacionais e lati americano, com debates. – Gratuito. Jornal Comunitário:O Jornal Visão da Favela Brasil, é um periódico, de formato A4, de distribuição gratuita, dentro e fora do morro Santa Marta. Neste veículo, debatemos historia dos trabalhadores, favela, segurança publica, educação, e comunicação popular. VídeoTeca: Visão da Favela Brasil. Diversos filmes no acervo da videoteca, para empréstimos gratuitos.  Filme que retrata a historia da ditadura militar no Brasil, movimentos sociais, educação, segurança pública, sobre favelas, greves em São Paulo, hip-hop, nazismo e etc. Oficinas de Comunicação Popular: Ministram oficinas de comunicação Popular. Como montar uma rádio comunitária, divulgar os fatos na favela que mora, criar seu jornal comunitário, montar e alimentar um blog, postar fotos e vídeos na internet, usar o programa: Photoshop, para diminuir fotos e salvar em diversos arquivos. Biblioteca Evolução:promove empréstimos de livros, para os moradores do morro de forma gratuita. No acervo da Biblioteca está disponíveis livros com temas diversos como: Sociologia, pedagogia, comunicação, psicologia, política, cultura e história.

No ano de 2001, o rapper e ativista Fiell, integrante do Coletivo Visão da Favela, criou a grife Movimente-se. A proposta é produzir uma roupa que represente o pobre, vista bem, de bom material e que seja acessível para todos: Mcs, estudantes, trabalhadores em geral. E Por que Movimente-se? Movimente-se foi inspirado na frase da revolucionária; Rosa Luxemburgo: “QUEM NÃO SE MOVIMENTA, NÃO SENTE AS CORRENTES QUE O PREDEM”.

O que fica claro é que a criatividade está na metrópole e é um processo social fruto das interações e relações sociais. Fruto da miscigenação de linguagens, culturas, afetos. Mas precisamos ver a criatividade não como um processo excepcional, mas sim como a construção de toda uma sociedade. Construção de novas formas de atuar, produzir, organizar, intervir e consumir. Mas se a criatividade está na metrópole então o que é a metrópole hoje? A metrópole é o local da produção é o local do comum que se constitui pela cooperação e colaboração. A cidade é biopolítica. A riqueza não nasce mais da fábrica, mas das relações sociais organizadas de produção. Conforme afirma Antonio Negri “A metrópole é um mundo comum. Ela é o produto de todos – não vontade geral. Mas aleatoriedade comum”.

Dentro dessa nova dinâmica de produção de riqueza os movimentos sociais/culturais e os territórios produtivos, ricas fontes de produção, criação e inovação, ficam em evidência e tornam-se alvo do desejo do capitalismo contemporâneo que se mobiliza para capturá-los seduzi-lo e fazer uso deles ou até mesmo se apropriar dos mesmos. Uma vez capturados são domesticados e passam a servir de energia produtora alimentando o capital. Mas o assédio a esses movimentos e territórios não vem só dos representantes do capitalismo, parte também de organizações governamentais e não governamentais que se dizem contra o capitalismo, mas que não enxergam ou não conseguem enxergar essas manifestações como multidão, como um conjunto de singularidades que cooperam entre si, uma multiplicidade de grupos e de subjetividades. Algumas vezes não reconhecê-los como multidão é pura falta de conhecimento e a necessidade de trocar os óculos. Mas em muitas das vezes não reconhecê-los como multidão é a forma de exercer o poder sobre eles impondo a homogeneização e verticalização. Para tanto, basta oferecer uma bela ajuda financeira ou a ampliação de suas atividades e melhorias de seus equipamentos, na sua grande maioria precária e carente.

E ai fica um questionamento: qual o caminho para esses potentes atores sociais? Vejo como caminho a ser trilhado as Políticas como a Cultura Viva – Pontos de Cultura que é uma política capaz de reconhecer e de afirmar as manifestações que já acontecem nos territórios produtivos. É preciso reconhecer o que já tem nos territórios e dar aos meios uma política comum para que esses atores sociais continuem como singularidades que se relacionam com outras singularidades. Reconhecer as dimensões produtivas e criativas dos movimentos culturais é ir além de uma política cultural. A dinâmica de produção cultural é uma dinâmica fundamental numa economia do conhecimento que produz formas de vida a partir de forma de vida. Como já foi demostrado, para os movimentos culturais/sociais não falta produção, criação e inovação, faltam recursos para que tudo isso se multiplique. A solução eles tem: é preciso estimular e não bloquear essa criatividade essa capacidade de resposta, essa capacidade de se reelaborar e reinventar que já possuem, e são tão cobiçadas pelo capitalismo contemporâneo.

Conforme nos alerta Negri: “gozamos de uma segunda geração de vida metropolitana, criativa de cooperação e excedente nos valores imateriais, relacionais e linguísticos que produz. Eis a metrópole da multidão singular e coletiva”. Mas Negri vai além e afirma que é no interior da vida metropolitana que deve se iniciar a subversão do estado de coisas dado. Ou seja, a metrópole é também o terreno de êxodo por parte da multidão. Fica evidente que temos novas formas de lutas, organização e resistência e que o novo espaço metropolitano e suas dinâmicas colaborativas e cooperativas, propiciam as condições para construção de um comum que nos conduza a reapropriação da cidade e da vida. É com a multidão e com suas novas formas de lutas baseadas no êxodo que podemos pensar em um “novo mundo possível”.

Encerro minha reflexão com as palavras de Walter Benjamin: “As ruas são a morada do coletivo. O coletivo é um ser eternamente inquieto, eternamente agitado, que entre os muros dos prédios, vive, experimenta, reconhece e inventa tanto quanto os indivíduos ao abrigo de suas quatro paredes”. É no experimentar, inventar e criar que a multidão resiste. Da força da vida vem à força da produção que é a única maneira de lutar.

*Por Rocilei Silva

    Author: Redação

    Share This Post On

    94 Comentários

    1. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    2. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    3. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    4. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    5. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    6. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    7. Hello, i think that i saw you visited my web site so i came to “return the favor”.I’m trying to find things to improve my web site!I suppose its ok to use a few of your ideas!!

    8. Hello, i think that i saw you visited my blog thus i came to “return the favor”.I’m attempting to find things to improve my site!I suppose its ok to use a few of your ideas!!

    9. My mother Simply just Found Us all Result-oriented Bailey Buttons With regard to Schwarze. & These are typically Now Fluffy , Instant messaging When it comes to Oh At the moment This also Temperature is Loony Extremely It’s usually Fine To hold Some people Comfy Marvel Heroes Gs Upon your Foot A Ankles and shins vogue.

    10. I’m not sure just how uncomplicated they may be to freshen up, nonetheless Herbal legal smoking buds previously had buy Dragon’s prophet gold pertaining to five calendar months plus they have never actually purchased dirty at this point!

    11. Heya i am for the first time here. I found this board and I find It really useful it helped me out much. I hope to give something back and help others like you helped me.

    12. 18 W x Twelve.Several L owning a 6 centimeter depth.

    13. The entire Syrian state is more advanced to be able to appears Between your featured hat masturbator fleshlight sleeves because beautiful peplumaccented washboard tummy the full look at could be advanced

    14. I really like it whenever people come together and share opinions. Great site, keep it up!

    15. I’ve had this chocolate bar for two main yearsnow in they rbarely dull. amongst my friends considered that they were relativly brand-new. nd i have damaged those within elements simply sprayed guild wars 2 power leveling north ta-da, Suitable!!!!!!

    16. travelling bag. It actions nearly

    17. Josh a magical existence relevant to her and in contrast to the members of the family, The woman thoughts appeared to be straight along furthermore muscles submerged The Muslims should be prevent the particular

    18. cheers for the brilliant content on your blog, I am very interested in this post and you have really helped me. I have just told a few of my friends about this on FaceBook and they love your content just as much as I do.

    19. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    20. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    21. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    22. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    23. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    24. I have been surfing on-line more than three hours lately, yet I by no means discovered any attention-grabbing article like yours. It is pretty price enough for me. In my view, if all website owners and bloggers made good content material as you probably did, the internet shall be a lot more helpful than ever before.

    25. {Correctly, that’s not the case about abercrombie fitch bloomingdales younger outfits. Individuals are informing the company they will certainly never look at there save neither wear their clothes and calling the CEO derogatory names.|Girl’s leadings are usually matched to emphasize the user’s waistline and some have short sleeves, while others have three-quarter length sleeves or long sleeves. Abercrombie Fitch clothing are truly a globally prominent garments line which has its fans around the globe.|Parents anywhere are in an uproar today, and sensibly so. Keep reading to discover out tips on exactly how to impediment the most recent offers in vogue. Today, stores such as Forever 21, Old Navy, and Charlotte Russe capture youths’s focus, also.|American Eagle and Abercrombie & & Fitch have their autumn garments lines out. Should all the difficulty over the remarks made by the Abercrombie & & Fitch CEO have occurred back in 2006? From females’s add-ons to guys’s garments, this spot has it all.|Also after discussing his declaration people are still not completely satisfied according to a poll on the LA Times web site. Abercrombie and Fitch is a complete package for your fashion-oriented life. So much the petition has actually gotten over sixty-eight thousand individuals trademarks.|Our models have actually auditioned for leading clients such as Abercrombie & Fitch, Beauty Magazine, and Pampers among others. The truth star has submitted a cease-and-desist file announcing that the shop has actually profited from his name for also lengthy.|We’ve been showcased by both Oprah Winfrey and MTV since our versions continuously fill the film & fashion business. They are most likely to find some valuables that run out period or from in 2012, however the price will be considerably minimized.|To effectively target teen customers, many companies are seeking Teenager Models to represent their specific brand.

    26. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    27. Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura

    28. conventional quilted lambskin owning a vivid Chanel Purses and handbags

    29. I wanted to thank you for this good read!! I definitely enjoyed every bit of it. I have got you book marked to look at new stuff you post…

    30. I like the firefall gold! extremely lovely, pretty . plus man or woman has all these! literally endorse these items!

    31. I am sure this paragraph has touched all the internet visitors, its really really pleasant article on building up new weblog.

    32. Hi there, just wanted to tell you, I liked this article. It was inspiring. Keep on posting!

    33. Greetings, I do think your blog may be having browser compatibility issues. Whenever I look at your web site in Safari, it looks fine however, if opening in I.E., it’s got some overlapping issues. I just wanted to give you a quick heads up! Other than that, fantastic website!

    34. Thanks for the great post, I have linked back to your site here. arselinsites-we-like” arselinsites-we-like Thanks for the great article….

    35. just beneath, are numerous totally not related sites to ours, however, they are surely worth going over.

    36. common quilted lambskin buying a eye-catching Chanel Purses

    37. Wow! This can be one particular of the most useful blogs We’ve ever arrive across on this subject. Basically Excellent. I’m also an expert in this topic so I can understand your effort.

    Trackbacks/Pingbacks

    1. reputation management - Title... [...]we came across a cool web-site that you simply might get pleasure from. Take a search if you want[...]...
    2. funeral programs - Title... [...]The information mentioned in the report are a number of the top offered [...]...
    3. pirater compte hotmail - Title... [...]just beneath, are numerous totally not connected web-sites to ours, nevertheless, they're surely worth going over[...]...
    4. stream energy review - Title... [...]Sites of interest we've a link to[...]...
    5. Ray J and Kim K - Title... [...]The info mentioned inside the article are a few of the best accessible [...]...
    6. Hattie Succar - Title... [...]just beneath, are various totally not connected websites to ours, even so, they are surely really worth going over[...]...
    7. registro-civil-central.com - Title... [...]Every once in a even though we decide on blogs that we study. Listed below would be the latest internet …
    8. 2-waysms - Title... [...]Here is a superb Blog You may Obtain Intriguing that we Encourage You[...]...
    9. FIREFALL GOLD - FIREFALL GOLD... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    10. Cheap Ralph Lauren - Cheap Ralph Lauren... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    11. hermes outlet - hermes outlet... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    12. LOUIS VUITTON SACS À MAIN - LOUIS VUITTON SACS À MAIN... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    13. gucci outlet - gucci outlet... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    14. gucci bags - gucci bags... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    15. VIBRAM BAREFOOT SHOES - VIBRAM BAREFOOT SHOES... Hip-hop, cultura popular cooptada? (artigo*) | Brasil Cultura...
    16. Clifton Filer - Title... [...]Here is a good Weblog You may Locate Intriguing that we Encourage You[...]...
    17. kids music lessons - Title... [...]Here is a great Blog You may Locate Exciting that we Encourage You[...]...
    18. xun for sale - Title... [...]the time to study or stop by the material or sites we have linked to below the[...]...
    19. buy youtube views - Title... [...]usually posts some pretty fascinating stuff like this. If you’re new to this site[...]...
    20. ocarina store - Title... [...]Sites of interest we've a link to[...]...
    21. hulusi store - Title... [...]we like to honor several other web websites on the web, even if they aren’t linked to us, by linking …
    22. Property inspections - Title... [...]Here are a number of the web sites we advocate for our visitors[...]...
    23. How to be the best in SEO - Title... [...]here are some links to web-sites that we link to due to the fact we assume they are really worth …
    24. onlinejobs4everyone - Title... [...]here are some hyperlinks to web pages that we link to simply because we believe they're worth visiting[...]...
    25. friv - Title... [...]always a huge fan of linking to bloggers that I love but do not get quite a bit of link …
    26. resorts in batangas - Title... [...]just beneath, are various absolutely not related websites to ours, nonetheless, they're surely worth going over[...]...
    27. where to buy 5htp - Title... [...]although internet sites we backlink to beneath are considerably not associated to ours, we really feel they are truly really …
    28. home cleaning service utah county - Title... [...]here are some links to web-sites that we link to simply because we assume they are worth visiting[...]...
    29. instant online car insurance - Title... [...]one of our guests not too long ago encouraged the following website[...]...

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *