Artesanato Karajá recebe certificado de Patrimônio Cultural do Brasil

Em cerimônia realizada neste domingo, 1º de abril, na aldeia Santa Izabel do Morro na Ilha do Bananal, foi entregue às mulheres ceramistas da nação Karajá, o certificado de Patrimônio Cultural do Brasil pela boneca “Rtxoco”, arte desenvolvida por elas.

Participaram da cerimônia, a secretária de Estado da Cultura, Kátia Rocha, a presidente da Fapt – Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Andrea Stival, e os secretários de Estado da Agricultura e da Educação, respectivamente Jaime Café e Danilo de Melo que, na ocasião, representava o governador Siqueira Campos, e representantes do Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Tocantins, Goiás e Brasília.

Na oportunidade, a secretária Kátia Rocha falou sobre o empenho do Governo do Estado, através da transversalidade nas Secretarias, de levar o desenvolvimento às comunidades indígenas, apoiando, preservando e divulgando seus hábitos e costumes e possibilitando o acesso às oportunidades, principalmente aos mais jovens. O Secretário da Agricultura, Jaime Café, falou dos projetos que serão desenvolvidos nas comunidades indígenas com vistas a levar novas tecnologias na agricultura, que garantam boa produtividade com sustentabilidade e assim, a subsistência digna das comunidades.

O secretário Danilo de Melo, por sua vez, transmitiu aos indígenas a mensagem do Governador Siqueira Campos, que determinou, entre outras medidas, que sejam trocados todo o mobiliário e os utensílios das escolas nas comunidades indígenas, a construção de quadra coberta poliesportiva e de espaço para atividades culturais e ainda que sejam realizadas, a cada dez dias, reuniões com o Conselho de Educação Indígena, para definição e acompanhamento das ações do Governo pelas comunidades. Danilo garantiu também que as reivindicações feitas pela presidente da Associação das Mulheres Iny (Inã) Lenimar Werreria em seu discurso, de inclusão dos jovens indígenas nos projetos e programas da Secretaria da Educação e de outras secretarias nos quais eles ainda não estariam inclusos, serão atendidas.

Além dos líderes que discursaram no evento, diversas lideranças representando outras aldeias marcaram presença, entre elas o cacique Ixanduedu Karajá e o seu vice Wenona karajá, o coordenador técnico local da Funai – Fundação Nacional do Índio e líder comunitário pastor João Werreria, o vereador e cacique da aldeia Wataú Iwraro Karajá, o líder comunitário Idjarrina Karajá, o cacique Paulo Krumari Karajá da aldeia JK e o líder comunitário da aldeia Fontoura Daniel Coxini .

A coordenadora de Cultura Indígena da Secretaria da Cultura Narúbia Iny (Inã), que acompanhou a secretária Kátia Rocha, também discursou no evento, falando sobre o momento “tão significativo, que representa o reconhecimento da cultura indígena e do trabalho das mulheres Iny, cuja produção da boneca Ritxoco fortalece a identidade cultural do seu povo”, disse a coordenadora. A boneca Ritxoco será tema de uma exposição que a Secretaria da Cultura promove no próximo dia 19, no hall do auditório do Palácio Araguaia, em Palmas, como parte da programação de comemoração do dia do índio.

  

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *