Reflexão sobre o Lazer

 

 

 

 

 

 

Falar em emancipação do individuo é falar em Lazer. Lazer em sentido amplo, de libertação do ser, de busca de sentidos, permitindo que cada um encontre o melhor de suas potencialidades, libertando-se plenamente. Este é o espírito da Diretoria de Lazer da Paraná Esporte.

O Lazer que conhecemos hoje surge de forma concomitante com a organização capitalista do trabalho, especialmente a industrial, e depois se espalha por toda a estrutura social. Neste momento o trabalho passa a ser artificialmente controlado. A invenção, por exemplo, da energia elétrica e da lâmpada, antes de representar uma conquista para o convívio social estendendo lazer noite adentro, na verdade possibilitou o trabalho noturno e a jornada de 14, 16 horas, os grandes galpões industriais, o trabalho  infantil, a produção em série, o homem maquina, os trabalhos repetitivos tão bem demonstrados em “Tempos Modernos”, de Charles Chaplin.

 

 

 

“Tempos Modernos”

O Capitalismo se apropria desse processo impondo seus ideais de racionalização e busca o lucro em todos os espaços e tempos da vida humana. Assim o Lazer passa a ser associado diretamente ao consumo.

 

Parte do tempo liberado do trabalho e recomposição natural do organismo (sono) é utilizada para os afazeres obrigatórios (necessidades fisiológicas, manutenção da casa, alimentação, cuidados com os filhos…) e outra parte, que seria mais lúdica e livre, depende cada vez mais do poder de compra e aquisição de satisfações, tangíveis ou não.

 

 

Karl Marx

Na sociedade capitalista, a luta pelo direito ao lazer está diretamente ligada aos confrontos de classe e aos embates entre trabalhadores e patrões através da conquista de um tempo livre.

Quanto mais tempo livre, menos valia, com mais tempo livre as pessoas se encontram mais, se organizam mais, refletem sobre a vida, encontram-se com sua humanidade.

 

 

O Ócio

O conceito de lazer é mais amplo do que o restrito entendimento de jogos e brincadeiras, ou do que a programação que aqueles animados grupos de moças e rapazes nos hotéis, os monitores, adoram organizar para os hóspedes. “Lazer pode até ser a não-atividade, o ócio”,

Os grandes momentos de criação artística e do pensamento filosófico estão diretamente relacionados ao tempo livre. Na Grécia Clássica foi exatamente o uso do tempo livre dedicado ao ócio que definiu os fundamentos da cultura, da ética e da moral ocidental.

Cláudio Ribeiro

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On