LUÍS DA CÂMARA CASCUDO

Câmara Cascudo

Escritor e folclorista, nasceu em Natal, Rio Grande do Norte, em 1898 e faleceu na mesma cidade, em 1986. É um dos mais importantes pesquisadores das raízes étnicas do Brasil.

Aos seis anos já sabia ler. Estudou Latim durante três anos com o mestre João Tibúrcio. Em 1922, aprendeu a ler inglês, para acompanhar os viajantes pela África e Ásia. É dele a tradução comentada do livro Travels in Brazil, de Henry Koster, viajante inglês, obra das mais valiosas para o conhecimento e interpretação do Brasil, no início do século XIX.

Entrou para a Faculdade de Medicina da Bahia, em Salvador, mas foi abrigado a abandonar o curso por causa de dificuldades financeiras.

Em 1928, formou-se pela Faculdade de Direito do Recife, concluindo também no mesmo ano, o curso de Etnografia, na Faculdade de Filosofia, do Rio Grande do Norte.

Publicou seu primeiro livro aos vinte e três anos de idade, Alma Patrícia (1921), um estudo crítico e biobibliográfico de 18 escritores e poetas norte-rio-grandenses ou radicados no Estado.

Foi professor de Direito Internacional Público, na Faculdade de Direito do Recife e de Etnologia Geral, na Faculdade de Filosofia, em Natal.

Escreveu sobre os mais variados assuntos. Sua especialização foi na etnografia e no folclore, mas sua predileção era pelas áreas de história, geografia e biografia, especialmente do Rio Grande do Norte.

Foi considerado o Papa do folclore brasileiro. Publicou, entre outros, as seguintes obras:

. Alma patrícia (1921); Joio: página de literatura e crítica (1924); Conde D´Eu (1933); Vaqueiros e cantadores: folclore poético do sertão de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará (1939); Antologia do folclore brasileiro (1943); Geografia dos mitos brasileiros (1947); Os holandeses no Rio Grande do Norte (1949); Meleágro: depoimento e pesquisa sobre a magia branca no Brasil (1951); Dicionário do folclore brasileiro (1954); História do Rio Grande do Norte (1955); Geografia do Brasil holandês (1956); Jangadas: uma pesquisa etnográfica (1957); Rede de dormir (1959); A cozinha africana no Brasil (1964); Made in Africa: pesquisa e notas (1965); História da República no Rio Grande do Norte (1965); Prelúdio da cachaça (1968); História da alimentação no Brasil (1967-1968); Ensaios de etnografia brasileira (1971); Sociologia da açúcar: pesquisa e dedução (1971); A vaquejada nordestina e suas origens (1974); Antologia da alimentação no Brasil (1977).

 

Câmara Cascudo, um brasileiro feliz, de Diógenes da Cunha Lima.
Outras três obras sobre a vida e o universo de Câmara Cascudo são fundamentais: Luís da Câmara Cascudo, cinquenta anos de vida intelectual, de Zila Mamede, Viagem ao universo de Câmara Cascudo, de Américo de Oliveira Costa, e Câmara Cascudo; um brasileiro feliz, de Diógenes da Cunha Lima.

 

 

Saiba mais aqui…

 

Câmara Cascudo – Apenas um Provinciano Incurável

 Câmara Cascudo
Folclorista, escreveu mais de 150 livros sobre cultura brasileira

Saiba mais aqui…

Danças Folclóricas

Ditados Populares

Fábula

Fandango

Festa No Céu – Folclore Brasileiro

Festival do Folclore de Olímpia

Folclore

FOLCLORE – CEARÁ / PARAÍBA / RIO GRANDE DO NORTE

Folclore – Definição

Folclore Brasileiro

FOLCLORE BRASILEIRO – Bahia

FOLCLORE BRASILEIRO – Pernambuco

FOLCLORE BRASILEIRO – Alagoas / Sergipe

FOLCLORE BRASILEIRO – Amazonas

FOLCLORE BRASILEIRO – Goiás

FOLCLORE BRASILEIRO – Maranhão / Piauí

FOLCLORE BRASILEIRO – Mato Grosso

FOLCLORE BRASILEIRO – Pará / Amapá

FOLCLORE BRASILEIRO – Paraná

FOLCLORE BRASILEIRO – Rio de Janeiro

FOLCLORE BRASILEIRO – Rio Grande do Sul

FOLCLORE BRASILEIRO – Roraima / Acre

FOLCLORE BRASILEIRO – São Paulo

FOLCLORE BRASILEIRO Minas Gerais e Espirito Santo

    Author: Redação

    Share This Post On