Julio Medaglia demitido TV Cultura

JulioMedaglia_matO maestro Julio Medaglia foi demitido da Fundação Padre Anchieta (FPA), na manhã desta terça-feira (26), após 24 anos atuando na TV e na Rádio Cultura, informa a jornalista Sonia Racy. 

Medaglia era responsável pelo programa de calouro de música erudita na FPA e, na rádio, mantinha um programa diário. 
De acordo com o maestro, o presidente da Fundação, João Sayad, não fez cerimônia ao demiti-lo. “O João Sayad me chamou e me disse: obrigado pela sua colaboração”, lamenta.
Em reposta ao Portal IMPRENSA, a assessoria de imprensa da Fundação Padre Anchieta informou que toda estrutura da TV e da Rádio Cultura passa por modificações, e que os músicos e maestros não são mais fixos; irão colaborar de forma sazonal.
Especificamente sobre Medaglia, a assessoria informou que lhe foram oferecidas opções para renovar o contrato com a Fundação. 
“Pelo reconhecido e inconteste papel desempenhado pelo maestro Medaglia em prol da divulgação da música clássica no Brasil, foram oferecidas a ele algumas alternativas, mas a conclusão das conversas foi pela não renovação do contrato”. 
O programa apresentado por Medaglia na Rádio Cultura, o “Ideias Musicais”, será substituído pelo “Tema e Variações”, no mesmo horário da atração anterior: das 11h ao meio dia, todos os dias.
“A cada seis meses, cinco profissionais ocuparão um dia da semana para desenvolver uma reflexão sobre uma faceta da música clássica. Esses profissionais serão compositores, musicólogos, intérpretes, críticos e demais especialistas, com marcante atuação na vida musical brasileira. Terminadas suas respectivas séries, outros serão convidados para o mesmo desafio”, explica a assessoria.
“Desta maneira, a Rádio Cultura FM continua a cumprir sua missão de abrir espaços para novas ideias a respeito do que acontece hoje na vida musical do País. Ao mesmo tempo, dá voz a profissionais de grande importância para a música brasileira e que não têm acesso aos meios de comunicação de massa”.
“Não há previsão de cortes”
Durante o lançamento da programa da TV Cultura, no começo do mês, Sayad afirmou aos jornalistas que nenhuma demissão estava prevista, respondendo aos questionamentos a respeito da dispensa de 150 funcionários no começo do ano. 

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − um =