João Donato é o patrono da 4ª edição do Santos Jazz Festival

O Santos Jazz Festival deste ano vai homenagear o músico João Donato, que se apresentará na abertura do projeto, acompanhado de seu quinteto no Teatro Coliseu. O evento vai contar com shows e oficinas em nove espaços do município paulista, entre os dias 18 a 21 de junho. Em sua quarta edição, o festival já teve como patronos Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti e Cesar Camargo Mariano.

 

João Donato levará os acordes que dedilhou como um aviso para chegada da bossa nova, e também os principais registros de uma carreira de sucesso dentro e fora do Brasil. Donato aproximou a ginga do brasileiro à exuberância caribenha, temperou com traços do melhor jazz e assim desbravou uma trilha própria dentro da música. Por essa vereda já desfilou com nomes de peso, como Chet Backer, Herbie Mann, Chico Buarque, Gilberto Gil, e também marcou presença no recém-lançado disco da santista Tulipa Ruiz.

 

 

João Donato

Neste ano, a abertura e o encerramento do festival terão cobrança de ingressos, a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O restante da programação é gratuito.

 

Caldeirão musical

 

No dia seguinte, o Festival terá Raul de Souza, outro que levou o talento brasileiro para o mundo, com o toque do trombone. A programação inclui ainda Rosa Passos acompanhada da Orquestra Municipal de Santos e um set com os maiores clássicos da MPB, Carlos Tomati, a trupe do Jazz na Kombi, Reginaldo 16 Toneladas, Deborah Tarquínio, que preparou um tributo a Billie Holiday, DJ Caiaffo e José Simonian, que se juntou a Antonio Eduardo no CD “Amor Antigo”, uma homenagem a outro santista, o maestro Gilberto Mendes. Três álbuns serão lançados, em primeira mão, durante o SJF 2015.

 

Na Casa da Frontaria Azulejada, o festival vai promover uma tarde dedicada à música, com o Bazar Cafofo, que vai oferecer um mix de produtos cheios de estilo, gastronomia e arte.

 

O Santos Jazz ocupará o maior número de espaços na cidade desde seus primeiros passos em 2012. Além de redutos tradicionais que já serviram de palco, como o Teatro Coliseu e Sesc, desta vez o projeto vai ao Terminal do Valongo, à Praça da Capela, ao Aquário Municipal de Santos, Maracatu Quiloa, Concha Acústica, Oficinas Pagu e à Casa da Frontaria Azulejada. São nove lugares, distribuídos por diversas áreas.

 

“Dessa maneira, damos continuidade aos objetivos de formar público para a música de qualidade, disseminar e democratizar o acesso à cultura e criar um intercâmbio entre artistas da região e de outros locais do país”, comentou Denise Covas Borges, diretora-executiva do festival.

 

“O festival também oportuniza jovens músicos e reverencia nomes que têm contribuído para a disseminação da música brasileira aqui e lá fora, como João Donato, e o próprio Gilberto Mendes, que receberá uma justa homenagem de dois grandes músicos da nossa cidade”, disse o diretor de produção Jamir Lopes.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *