Enredo 2010 – Rosas de Ouro

a Rosas de OuroRosas de Ouro fala sobre o cacau e promete desfile saboroso

Escola deve levar 4,5 mil componentes para a Avenida.
Carnavalesco promete cheiro de chocolate no ar.

Carnavalesco Jorge Freitas diz que abre-alas da Rosas de Ouro conta a história do cacau

A Rosas de Ouro é escola a desfilar no primeiro dia do carnaval paulistano. Com o enredo “O cacau é show”, o carnavalesco Jorge Freitas afirmou que será contada a história do cacau e da produção do chocolate. “Começamos falando da adoração asteca ao cacau até chegar no produto industrializado”, disse.

Segundo Freitas, o abre-alas também vai contar sobre a descoberta do fruto pelos espanhóis. “A Espanha teve um monopólio de 100 anos sobre o produto. Os holandeses também serão lembrados por terem inventado uma tecnologia que separava o líquido e a manteiga do cacau, que mais tarde daria origem ao chocolate como é conhecido hoje”, afirmou o carnavalesco.

 

Chegada do chocolate ao Brasil é retratada com produto industrializado (Foto: Mayra Lopes/G1)

A bateria, que vem com 250 ritmistas, vai lembrar o filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate” e o personagem Willy Wonka. “Chamamos a bateria de ‘Tributo ao Senhor Wonka’. Os ritmistas vêm fantasiados com a cartola dele”, revelou Freitas. Além de rainha de bateria da escola, Ellen Roche também vai simbolizar a rainha da Fábrica de Chocolate.
Para falar da chegada do chocolate ao Brasil, a escola optou por relatar o produto já passando pelo processo de industrialização. “Falamos de como um fruto tornou-se o melhor presente”, contou.
No encerramento do desfile, o carnavalesco lembra a Páscoa. “Para encerrar, faço uma ligação do período da quaresma com a festa dos produtores de chocolate, que é a Páscoa. O carnaval é uma festa profana dentro do calendário religioso”, afirmou Freitas.

 

Rosas de Ouro vai para a avenida com 24 alas

A escola deve desfilar com 4,5 mil componentes, divididos em 24 alas. O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Luiz Antonio Butinhão Junior e Sueli Aparecida Riça Costa, foi apelidado pelo carnavalesco da Rosas de Ouro de ‘cacau-rosé’. “O mestre-sala representa o cacau e a porta-bandeira vem com a cor da escola, simbolizando uma homenagem da Rosas de Ouro ao fruto”.
Freitas ainda disse que a escola deve levar surpresas para a avenida. “Terá o cheiro de chocolate durante o desfile, mas não o tempo todo para não ficar enjoativo. Mas o cheiro é o obvio, vamos mostrar outra coisa referente ao chocolate que foge disso”, revelou.
São 150 pessoas trabalhando no barracão da Rosas de Ouro. “Agora são 150, mas provavelmente o número de pessoas aumenta chegando mais perto o carnaval”, afirmou o carnavalesco, que está há 19 anos no carnaval.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 15 =