Enredo 2010 – Mocidade Alegre

a Mocidade AlegreMocidade aposta em enredo sobre espelhos para brilhar no Sambódromo

Campeã em 2009, escola usará muito lilás e prata no desfile.
Enredo também será homenagem a fundador da agremiação.

Carro sendo montado no barracão da Mocidade Alegre

Campeã do carnaval paulistano em 2009, a Mocidade Alegre aposta nos espelhos e em um enredo que irá também homenagear um dos fundadores da escola, Juarez da Cruz, para conquistar o bicampeonato. Ele morreu em 3 de março do ano passado, aos 78 anos, após passar mal durante a apuração dos votos que deram o título à escola. “Ele é nosso espelho”, afirmou a presidente da Mocidade, Solange Cruz Bichara Rezende.

O enredo do carnaval 2010 será: “Da Criação do Universo ao Sonho Eterno do Criador… Eu Sou Espelho e Me Espelho Em Quem Me Criou!!!”. A Mocidade Alegre será a terceira a escola a entrar no Sambódromo no segundo dia de desfiles, em 13 de fevereiro. Sete vezes campeã do Grupo Especial, a agremiação levará em 2010 para a Avenida a história do espelho e a vaidade representada por ele.

De acordo com Solange, as muitas interpretações do enredo são propositais. “A gente optou por um enredo abstrato”, afirmou. Uma das interpretações citadas por Solange é que a escola se espelha em seu criador, no caso Juarez Cruz. E falar de espelhos, segundo ela, lembra muito o fundador da escola. “Ele era o mais vaidoso [dos três fundadores], era meio pavão, uma pessoa super extrovertida”, contou.

Solange afirma que, para conquistar o bicampeonato, é preciso trabalhar muito, em cada detalhe. “Estamos trabalhando bastante, não há uma fórmula secreta, especial para isso. As coisas acontecem na pista, é aquele momento. Eu almejo isso, mas não é fácil, a disputa é muito acirrada. As escolas estão ganhando nos detalhes”, afirmou.

Um dos carnavalescos da escola, Sidnei França, contou que usará as cores lilás e prata para começar e encerrar o desfile. “Vamos abrir e fechar nessas cores porque, quando estava desenvolvendo o tema, um dos diretores da escola, que é psicólogo, disse que nosso tema trata de coisas abstratas e sensoriais. E, de acordo com os estudos, essas são as cores do inconsciente”, explicou. Ele não quis adiantar, no entanto, outros detalhes. Além dele, Fábio Lima e Márcio Gonçalves são carnavalescos da escola.

 

 

Fantasia da cor lilás que será usada em desfile da Mocidade

A bateria da Mocidade, com 240 ritmistas, é comandada por Marcos Rezende, o Mestre Sombra. Quem habitualmente vem à frente dos músicos é a rainha Nani Moreira. Em 2009, ela desfilou no último carro da escola, porque havia dado à luz um bebê poucos meses antes. A presidente da escola faz mistério sobre o retorno de Nani – ela diz que será uma “surpresa”. Confirmada mesmo está a presença da rainha mirim da escola, a estudante Marília Silva, de 12 anos.

Emerson Ramires e Adriana Gomes formam o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola da Zona Norte. O samba será ouvido na voz de Clóvis Pê. As fantasias da Mocidade custam entre R$ 200 e R$ 330.

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. nYnuGc I think this is a real great blog.Really thank you! Awesome.

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *