As Cavalhadas

 

As cavalhadas são grandes encenações montadas, que reelaboram os relatos das lutas de Carlos Magno e os Pares de França contra os Mouros.

A rivalidade entre Mouros e Cristãos se estrutura simbolicamente em dois campos que se opõem, nas investidas que cada grupo faz ao campo adversário e na oposição das cores: azul para os Cristãos e vermelho a dos Mouros.O conflito é acirrado, com mortes, raptos, prisões, embaixadas e resgates.

Os cavaleiros (12 representando Mouros e 12 representando Cristãos) sempre muito hábeis nas manobras com seus animais, esforçam-se em campo para dar conta do enredo dramático através de carreiras e evoluções, em duplas ou grupais, de manejos de espadas, lanças e tiros de festim, e com a participação de coadjuvantes mascarados, sempre em números variáveis. A luta termina com a vitória dos Cristãos e a conversão dos Mouros.

Há ainda uma outra modalidade de Cavalhada, registrada no Brasil já no século XVI, sem enredos dramáticos, e que se estrutura numa série variável de jogos montados: das argolinhas, das canas (lanças), as alcancias, …

São muitas as notícias que dão conta desses jogos eqüestres por todo o Brasil no transcurso do século XIX, o que sugere gosto especial que os brasileiros nutriam pelo divertimento. E ainda nutrem.

    Author: Redação

    Share This Post On