Tibério Gaspar volta aos palcos no Teatro Rival

Antonio Adolfo e Simoninha participam do show de lançamento

Tibério Gaspar volta aos palcos neste 2014 para lançar  “Caminhada” (independente), o seu segundo álbum autoral, dessa vez com Alex Moreira na produção musical e Julio Brau na direção musical. O show será no dia 1 de dezembro, às 19h30, no Teatro Rival Petrobras, com participações especiais de Antonio Adolfo, seu principal parceiro, e Simoninha, filho de Wilson Simonal, a voz que revelou “Sá Marina” para o país, em 1968.

No CD, o artista se aprofundou em suas raízes para cantar 12 músicas, das quais oito são em parceria –“Dono do mundo” e a faixa-título com Antonio Adolfo mais “A voz da América” (com Nonato Buzar), “Companheiro” (com Naire Siqueira), “Dança mineira” (com Aécio Flávio), “Será que eu pus um grilo na sua cabeça?” (com Guilherme Lamounier), “Sideral” (feita a seis mãos com Valdir Granthon e Durval Ferreira) e “Vê se vê” (em dupla com Rubão Sabino) – e quatro sozinho: “Coração maluco”, “Luz na escuridão”, “O melhor amigo” e “Vitória do bem”.

No show de lançamento, Tibério Gaspar vai relembrar os sucessos que colecionou ao longo da carreira artística de quase meio século. O espetáculo conta com a direção geral de Adonis Karan e a produção executiva de Anna Muniz. Tibério será acompanhado por Júlio Brau (violão, guitarra e direção musical), Vladimir Sosa (teclado), César Rebechi (guitarra), Geferson Horta (baixo), Moacyr Neves (bateria) e Tamir Case (percussão), com participações de Eron Lima (sanfona) além de Jussara Silva (ex-integrante do Trio Ternura que, junto com Tony Tornado, imortalizaram BR-3 no Maracanãzinho) e Tadeu Mathias nos vocais.

Tibério Gaspar e a Toada Moderna

No final dos anos 60 surgiu timidamente no Brasil um movimento musical batizado pelos seus criadores de Toada Moderna. Passou desapercebido aos olhos dos musicólogos, do grande público e da mídia de um modo geral. Isso porque, na época, o Brasil respirava o Tropicalismo dos baianos. Entretanto, diversas músicas (como “Sá Marina”, “Viola enluarada”, “Travessia” e “Andança”, entre outras) fizeram o maior sucesso. A criação mineira do Clube da Esquina, por exemplo, é uma vertente riquíssima da Toada Moderna.

Foi nesse contexto que o compositor Tibério Gaspar construiu seu referencial, participando ativamente da cena daquele tempo. A sua primeira parceria com o pianista Antonio Adolfo foi o baião “Caminhada”, também sua primeira obra gravada após ser defendida no II Festival Internacional da Canção (FIC), em 1967.

Tibério Gaspar lança “Caminhada”, serviço

QUANDO: 1 de dezembro, às 19h30

ONDE: Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37, na Cinelândia

QUANTO: R$ 50,00 (inteira), R$ 35,00 (Promoção para os primeiros 200 pagantes) e R$ 25,00 (estudantes, idosos e professores da rede municipal). A partir de 16 anos

 

Fonte

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *