Sambista baiano Ederaldo Gentil morre aos 68 anos

“O ouro afunda no mar/Madeira fica por cima/Ostra nasce do lodo/Gerando pérolas finas”. Morreu na sexta-feira (30) à noite, aos 68 anos, Ederaldo Gentil, a pérola fina do samba raiz.

O corpo do músico foi enterrado neste sábado, às 16h, no cemitério Campo Santo, em Salvador (BA).

Segundo sua sobrinha, Monica Gentil, o sambista morreu de infecção generalizada após complicações intestinais. Ele foi internado na quinta-feira (29) no hospital Ernesto Simões, em Salvador, com fortes dores abdominais.

No auge da sua carreira, ao lado de Edil Pacheco e Batatinha, Gentil fez o show “O Samba Nasceu na Bahia” na década de 1970. Em 1974, participou do programa “Sambas da Bahia”, da TV Cultura, dirigido por Fernando Faro, ao lado de Batatinha e Riachão -considerados os três grandes sambistas de raiz da Bahia.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *