Dia do Músico

 Hoje é dia de Santa Cecília, padroeira dos músicos, por isso hoje também é comemorado o dia do músico. O músico pode ser arranjador, intérprete, regente e compositor. Há quem diga que os músicos devem ter talento nato para isso, mas existem cursos superiores na área e pessoas que estudam música a vida toda.

O músico pode trabalhar com música popular ou erudita, em atividades culturais e recreativas, em pesquisa e desenvolvimento, na edição, impressão e reprodução de gravações. A grande maioria dos profissionais trabalha por contra própria, mas existem os que trabalham no ensino e os que são vinculados a corpos musicais estaduais ou municipais.

A santa dos músicos – Santa Cecília viveu em Roma, no século III, e participava diariamente da missa celebrada pelo papa Urbano, nas catacumbas da via Ápia. Ela decidiu viver casta, mas seu pai obrigou-a a casar com Valeriano. Ela contou ao seu marido sua condição de virgem consagrada a Deus e conseguiu convence-lo. Segundo a tradição, Cecília teria cantado para ele a beleza da castidade e ele acabou decidindo respeitar o voto da esposa. Além disso, Valeriano converteu-se ao catolicismo.

Mito grego – Na época dos gregos, dizia-se que depois da morte dos Titãs, filhos de Urano, os deuses do Olimpo pediram que Zeus criasse divindades capazes de cantar as vitórias dos deuses do Olimpo. Então, Zeus se deitou com Mnemosina, a deusa da memória, durante nove noites consecutivas. Nasceram dessas noites as nove Musas. Dessas nove, a musa da música era Euterpe, que fazia parte do cortejo de Apolo, deus da Música.

Caçula

(Claudionor Cruz, Cláudio Ribeiro e Gerson Bientinez)

E vem a música

Divina música

Que os anjos

Colhem

De Deus

Pirilampos sempre invisíveis

Sopram no ar

O sentimento não-falar

E esta música divina música

Procura dos sensíveis

Alcançar um olhar

Pólen de ouro

Grande tesouro

Linha das luas

Das mãos tão nuas

Jasmim

Colhe o mel do luar

De Deus

Que embalança o Mar

Que meus sonhos navegam

O que não sei contar,

E vem, bordando, o dia traz

Histórias, que a gente faz.

Vem sem a hora

Vem buscando ter

O seu lugar;

Planta o sorriso

Paraíso

Flor manhã.

Da nossa dor colhe o afã

Semeia a paz.

Do canto faz

Seu povo

De novo…

Tecendo saudade acalentar

Caçula:

Amor de todos será!

Então…

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *