Martinho da Vila encaminha pedido de visita ao “amigo Lula”

Se o objetivo da Lava Jato é isolar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não vão conseguir fazer isso com a facilidade que esperavam. Desde que foi preso irregularmente, em 7 de abril, a Justiça de Curitiba tem negado pedidos de visitas de amigos dos ex-presidente, sob a justificativa de que a lei prioriza os familiares.

 

Nesta segunda (23), juíza barrou todos os 23 pedidos de visita ao ex-presidente e ainda não autorizou a entrada de uma comissão de deputados para vistoriar a Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba, onde ele está preso.

 

Apesar disso, a magistrada não para de receber pedidos, entre os quais o do cantor e compositor Martinho da Vila, que encaminhou solicitação na qual pede para dar um “abraço de conforto” no amigo Lula.

 

“Excelentíssima senhora juíza. Saudações. Gostaria de fazer uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com minha esposa Clediomar Ferreira. Trata-se de uma visita de amizade, sem conotações políticas. Isto posto, solicito autorização. Antecipadamente grato, Martinho da Vila.”

 

Em entrevista ao Estadão, Martinho disse: “Conheço o Lula desde muito tempo. Quero ir lá dar um abração nele. Se você é meu amigo e tiver algum problema eu tenho a obrigação de lhe dar o meu conforto. Só isso, um abraço de conforto que eu quero dar no Lula”.

 

A Lei de Execução Penal, em seu artigo 41, estabelece que constituem direitos do preso: visita do cônjuge, da companheira, de parentes e amigos. Apesar do texto não dar brecha para interpretação adversa, a juíza Carolina Lebbos nem negado os pedidos.

 

No entanto, a magistrada afirma que dezenas de pessoas pediram para visitar o ex-presidente sob o argumento de amizade com Lula, mas decidiu que apenas visitas da família e dos advogados estarão permitidas. “O alargamento das possibilidades de visitas a um detento, ante as necessidades logísticas demandadas, poderia prejudicar as medidas necessárias à garantia do direito de visitação dos demais”, escreveu Lebbos.

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − quatro =